A Dançarina

Se tem uma coisa que me deixa irada é homem confundir salão de baile com puteiro, principalmente se a mulher estiver sozinha, meu caso. Nem bem pus o pé no local, o camarada me convidou pra dançar. Bom, dançar é força de expressão. O sujeito não sabia o que fazer com os pés e chacoalhava o corpo feito uma britadeira. Seu braço deu a volta inteira no meu corpo com pressão de socorrista de Samu. Com meu antebraço, eu o empurrava, impedindo que ele colasse seu corpo ao meu. Parecia uma luta. Falou umas palavras ininteligíveis umas três vezes. Fiz sinal que não entendia, porque o infeliz fazia grunhidos embaixo da caixa de som. Na terceira vez, ele me dispensou no meio da música. Na seleção seguinte, outro moço me tirou. Arrocha é um ritmo aeróbico, gostoso de dançar solto, mas o tal só sabia dar dois passos pra lá e pra cá, sem sair do lugar. Tentei arrastá-lo, mas ele usava âncoras nos tornozelos. Só que sabia o que fazer pra colar o rosto no meu, outra mania que detesto. Trocar fluídos é coisa que a gente faz com quem se tem intimidade. O pobre cansou de segurar minha mão na altura, posição correta pra direcionar a dama e deslizou seu braço pra baixo. Sempre desconfio dessa manobra. Resolvi imitar a falta de tônus dele e relaxei meu corpo. Imediatamente, ele entrou em alerta, enrijecendo o dele. Ainda bem que os músicos tinham consideração e só tocavam três músicas por vez. Na hora da dança no escurinho, rejeitei uns cinco rapazes. Não sei porque, com tanta mulher dando sopa, eles resolvem se encasquetar comigo. O engraçadinho se aproximou, bêbado de dar dó. Avisei que não dançava lenta, que ele me tirasse no forró. Ele não sabia forró e nem sabia dançar, disse, mas queria dar uns passos agarradinho comigo. Então nós não vamos dançar, expliquei. Insistia no convite e diante das minhas recusas fazia biquinho de amuado. Me diga, como é que eu posso me interessar num cara desses? E olhe, ele não era de se jogar fora. E nem eu costumo ser indelicada, mas procurei o segurança com os olhos. Por fim, ele aceitou meu não. De resto, encontrei bons parceiros nas seleções seguintes. Mas o ponto alto da noite foi a camaradagem de duas mulheres. Quando entrou a dança dos passinhos com músicas de flash back, eu me alinhei ao lado de uma moça. Na segunda coreografia, que tinha giros e meio giros, ela percebeu que eu me embaraçava. Fiz menção de desistir e ela me impediu. Você consegue, acompanha comigo. E começou a marcar os passos em voz alta. Na terceira repetição, finalmente entendi os movimentos. Pensa em alguém feliz com a conquista? A coreografia seguinte também era rebuscada. Pacientemente, ela foi recitando o passos até eu pegar o jeito. Uhuuu! Agora já conheço cinco coreografias. Só falta aquela que o cowboy lidera, mas aí eu já estava à mesa curtindo meus avanços. A segunda mulher estava sentada ao meu lado. Pedi-lhe o favor de dar uma olhada nas minhas coisas quando eu fosse dançar. Não era pra ela vigiar, só ficar ligada se não sentava outra pessoa no meu lugar. Curiosamente, quando voltei de uma rodada encontrei uma moça ali. Poderia estar descansando, sei lá, mas uma abusada. Então, minha vizinha de mesa estava voltando a frequentar bailes, depois de longo tempo que estivera ausente do país. Como eu, não morava muito perto, mas gostava daqueles lugares populares. E de alto astral, completei. Sim, era melhor que ficar de pijama em casa assistindo TV. Me lembrei das últimas semanas em que, presa de uma melancolia sem fim, eu já estava de pijama e enrolada no cobertor às seis da tarde. Balancei a cabeça pra espantar os fantasmas e ganhei mais uma companheira de baile. Isso tudo enquanto caia uma chuva torrencial lá fora, que parou o tempo suficiente pra eu chegar ao carro seca, já no início de um novo dia. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s